quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Tudo que não passou



Penso sempre em eternidade metaforicamente, eternidade momentânea, o eterno enquanto dura de Vinicius.
Teus olhos me ensinaram isso;
Os mesmos olhos que já não encontro há algum tempo,
Que não mais me deturpam, não me guiam, não me sugam.
Gostava de ver sorriso nos seus olhos, mas faz tempo que não sorrimos.
Nosso riso anda preso em alguma convicção.

O tempo escuro ignora minhas preces.
Fui chuva, quis molhar tua roupa branca, me esvair em seus braços;
Me esgotei em cada gota caída, em cada saliva expelida, em cada rua vazia.

Nada do que falava iria abrir tua visão.

Dói não ver o amanhã.
A ferida é grande.
Sempre resgato o que foi dito, sempre me torturo suntuosamente: tiro a roupa suja do cesto, separo cada peça, faço as combinações, me visto com elas.

Mesmo assim, tento esquecer.
E puxo seus olhos, arregaço seu sorriso, viro gota, deságuo na tua boca,
E sinto todo aquele amor em mim que ainda não passou.

Guilherme Quintanilha

11 comentários:

Junior R. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Junior R. disse...

Sem palavras, Guilherme!Estas linhas me convenceram da sabedoria que sempre usa para expressar seus sentimentos, seu mundo perdido em busca de um firmamento...Uma bela forma de falar de falta, de saudade!

Abraço

Os intrigantes pensamentos da Lud disse...

Bom, primeiramente, agradeço por seguir meu blog, e faço o mesmo! Não simplesmente por lhe retribuir, mas pq me perdi, de tão inebriada que fiquei, ao ler cada linha deste post. Parabéns!
Abraços!

Deny Wave disse...

Maravilhoso! A cada dia me surpreendo mais com sua sabedoria, suas palavras, seu talento.

Acredito muito em vocÊ! Continuaaaa!

Muuuuuuito sucesso!

Amo-te.

Jân Bispo disse...

é magico o tom de suas palavras, é como se uma alma falasse, ou, talvez, seja exatamente a alma, a sua alma quem dita cada uma das palavras que juntas soam imensas e cheias de sentido e de emoção, lindo ler a maneira viceral que escreve, que relata sentimentos, admiro seu trabalho! abraços!

Ju Fuzetto disse...

Tua sabedoria é infinita!!

Lindo demais!!

beijosss

dear sarah disse...

Quer esquecer, precisa esquecer?
então lute para que isso aconteça,
mas só uma coisa: NÃO DEIXE DE VIVER.

Não se prive e muito menos prive as pessoas a sua volta disso.

carol vasconcelos disse...

as vezes o que nos impede de ver o amanhã são as feridas, que nunca saram nem cicatrizam. :9 vivo voltando no tempo, revivendo cada momento, como se desse jeito eu pudesse fazer as coisas voltarem ou se acertarem. ter que esquecer dói muito, e não conseguir esquecer dói mais ainda. - "E sinto todo aquele amor em mim que ainda não passou."

Achei lindo o texto, de muita sinceridade e muito sentimento.
Bjs ;*

Mary S. disse...

Muito lindo seus dizeres e demostra com toda suavidade suas palavras tão cheia de sentinemtos,
Obrigada por visitar meu blog, volte sempre.
Abraço

Jessica Savalla disse...

Lindo texto, Guilherme!

Dragoni disse...

Lindo escrito. Parabens pelas palavras e pelo sentimento nelas contido. Abraço!