segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Raspas e restos

   Me seguro num fio de esperança que passa entre os meus olhos. Tento procurar dentro de mim alguma outra motivação, alguma outra esperança que não seja esta. Te amar é a única certeza que eu tenho na vida. Teus beijos são minha garantia de felicidade eterna. Teu corpo, minha garantia de prazer infinito. Fora isso me restam duas ou três palavras, sadismo e alguns dicionários.

Guilherme Quintanilha


Quem acredita sempre alcança.
Renato Russo

8 comentários:

gabs. disse...

isso aqui tá cheirando a romance (:
que bom, nada como sentimentos bonitos para embelezar a vida, hein?

:*

gabs. disse...

tem selo-entrevista pra vc :*

Guilherme Navarro disse...

Belo blog, xará.

Cristiano Contreiras disse...

(...)e nada melhor do que o pacto do sentimento; da intensidade do prazer que jamais deve ser esquecido.

seu blog é perfeito!
te sigo.

Jân Bispo disse...

Suas palavras são intensas, tão intensas que soam cortantes, intrigante e encantador a maneira que você escreve que vc relata sentimentos tão intensos. Parabéns, lindo de ler, de sentir... sucesso!

O Misantropo disse...

Gostei da forma que escreve, Guilherme.
Voltarei mais vezes.

Abraço!

Jessica Savalla disse...

Gostei do blog :)

Thiago disse...

Muito bom, poucas palavras, mas que dizem muito.
Parabéns!!!