domingo, 27 de fevereiro de 2011

Veneno

Tenho tanta coisa tua pra dizer
Mas agora só me restaram vácuos.
Enquanto as palavras se perdem neste entremeio,
Te espero até mais tarde;
A gente põe aquela música pra tocar
Eu já fiz o teu jantar
Já me despi do teu inferno
Já te liguei pra te contar
Pra te convidar pro meu inverno
Pro meu eterno
Pro meu mundo que andava vazio,
Sombrio;
Pra minha casa que era escura.
Me tire
Me xingue
Me intimide.
Não quero o teu lamento
Quero o meu tormento
Que é somente amar você.
Me deixa escrever
Mais um pouco,
Deixa a luz do quarto acesa.
Eu quero te entreter.


Guilherme Quintanilha

3 comentários:

Junior Rios disse...

"...Pra te convidar pro meu inverno..."Simplesmente adorei!


Abraço


wwwsinparangon.blogspot.com

Friends:Renata e Juliana disse...

Renata disse:
É tudo aquilo que dá vontade de falar,mas vc escreveu tão bem...Já me valeu o dia,tirou as palavras da minha boca.

Friends:Renata e Juliana disse...

Renata disse:
Ah,blog d+,bem recomendado mesmo!